sexta-feira, 4 de abril de 2008

Ciências/Conhecendo as células-Ecossistemas

Ciências

Nível fundamental

Conhecendo as células

Objetivos
1) Reconhecer uma célula eucariótica, identificando suas principais partes.
2) Elaborar uma célula eucariótica comestível, reconhecendo sua organização (núcleo) e suas organelas.
3) Diferenciar a célula eucariótica animal da vegetal.
Comentário introdutório
Com exceção dos vírus, todos os seres vivos são formados por células. Existem seres formados por uma única célula, denominados unicelulares, e os pluricelulares ou multicelulares, que contêm duas ou mais células. A espécie humana tem cerca de alguns trilhões delas.
Há seres vivos que apresentam células procarióticas, como o caso dos organismos que pertencem ao Reino Monera (bactérias e cianobactérias), enquanto os organismos pertencentes aos outros Reinos (Protozoa, Fungi, Plantae e Animalia) apresentam células eucarióticas. Estas diferem quanto à organização do material nuclear e quanto às organelas citoplasmáticas.
Estratégias
1) Após uma prévia explicação sobre células procarióticas e eucarióticas, suas semelhanças e suas diferenças, o professor pedirá aos alunos que desenhem em seu próprio caderno, uma célula eucariótica (animal ou vegetal). Neste desenho, os alunos identificarão a membrana plasmática, o citoplasma, o núcleo organizado e suas organelas citoplasmáticas.
2) Depois, os alunos devem pesquisar as respectivas funções de cada organela e quais destas são exclusivamente da célula eucariótica animal e quais as da célula eucariótica vegetal.
3) Dividir a classe em grupos de alunos, os quais podem decidir que ingredientes utilizarão para representar as estruturas das células, como o citoplasma, a membrana plasmática e as organelas. Doces podem ser utilizados: por exemplo, jujuba para representar a mitocôndria, fios de ovos para o retículo endoplasmático, etc.
4) O educador pode orientar o trabalho durante a aula e pedir para que o grupo execute sua obra em casa e a traga na aula posterior. Se a escola apresentar um espaço adequado, o trabalho pode ser executado durante a aula. Ao final, as células poderão ser saboreadas, claro.
5) É importante que os grupos façam uma legenda com os alimentos utilizados.
Materiais
Desenho das células eucarióticas (animal e vegetal) realizada no caderno e a pesquisa sobre as diferentes funções de suas estruturas. Ingredientes alimentares diversos trazidos pelos alunos, depois de combinação prévia.
Sugestões e dicas
1) Seria interessante que se realizasse uma aula prática de observação de células animais e vegetais, utilizando o microscópio, a fim de que os alunos observassem as diferenças básicas entre os dois tipos.
2) Durante ou após a degustação, o docente poderia estimular a oralidade, perguntando qual organela determinado aluno comeu, por exemplo, e pedindo para que explique sua respectiva função.


Ecossistemas

Objetivos
1) Reconhecer os diferentes ecossistemas brasileiros.
2) Diferenciar e relacionar as características marcantes de cada ecossistema.
Comentário introdutório
O Brasil é um país rico em biodiversidade e este apresenta diferentes ecossistemas com características marcantes e muitas vezes desconhecidas pelos próprios brasileiros. Faça seus alunos embarcarem nesta viagem para descobrir os diferentes ecossistemas brasileiros.
Ponto de partida
Leitura dos textos referentes aos ecossistemas brasileiros: Mata Atlântica, Mata de Araucárias, Manguezal e restinga, Pantanal, Pampas e Mata de cocais.
Estratégias
1) Depois da leitura dos textos, o docente deverá separar a sala em grupos. Cada um deles vai se responsabilizar por um ecossistema.
2) Cada grupo deverá localizar estes ecossistemas em suas respectivas regiões. Pesquisar em outras fontes, como livros, revistas, Internet, a fim de descobrir a fauna, a flora, o clima, o relevo, os problemas ambientais do ecossistema pesquisado.
3) Baseados na pesquisa, os grupos planejarão a montagem de uma maquete "ecológica", ou seja, representarão o seu ecossistema através de uma maquete. Naturalmente, esta deverá ser confeccionada com materiais recicláveis e/ou biodegradáveis. É bom salientar que o uso de isopor está proibido.
4) É importante que o professor programe algumas aulas para a execução da maquete, pois assim poderá orientar os grupos tanto em relação aos materiais, quanto às características predominantes de cada ecossistema.
Produto final:
Ao final, cada grupo apresentará sua maquete para a sala, dizendo a quais Estados pertencem o ecossistema, a flora (se é densa ou não, se recebe muita luz, se o solo é rico em nutrientes ou não, as adaptações de algumas plantas, plantas características desse ecossistema, etc.), a fauna típica da região (alguns hábitos alimentares, adaptações, etc.), o clima e o relevo e os problemas ambientais e as possíveis soluções. As maquetes podem posteriormente ser exibidas na biblioteca ou em outro lugar da escola para serem vistas por outras turmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário